A rede é um ativo lucrativo ou um centro de custos?

Sua rede: Ativo rentável ou centro de custo?

No momento, a automação industrial é responsável por pouco mais da metade da Internet das Coisas (IoT). Em 2025, os dispositivos industriais serão quase três quartos da IoT.

É uma imensa fatia da pizza conectada. O ritmo incrível de mudanças exigirá que os dispositivos não conectados no momento incorporem a conectividade e a tecnologia de processamento.

E isso significa que haverá um grande salto nos dispositivos endereçáveis por protocolo de internet (IP).

Se já estiver usando EtherNet/IP em um sistema de controle, você terá uma vantagem exclusiva nessa evolução. Eis o porquê: EtherNet/IP é padrão, não modificado e coexiste com Ethernet IP, o protocolo padrão usado pelos sistemas de negócios de Internet e ERP. Dessa forma, não há necessidade de hardware extra ou software de programação para passar dados do chão de fábrica para o sistema da empresa.

Se estiver usando um sistema que não seja padrão e não modificado, você já está familiarizado com a dificuldade de passar dados em toda a empresa. Como eles não são encaminháveis, você precisa de gateways ou proxies na arquitetura, e mais componentes significam mais custo e latência no fluxo de dados em tempo real.

As limitações da Ethernet não padrão ficarão maiores e mais evidentes, especialmente à medida que as necessidades de segurança se tornarem mais importantes entre as disciplinas – segurança, movimento, E/S, inversor, controle inteligente de motor, processo e gestão de energia. Você pode achar que está mais seguro, mas como pode proteger algo sem ter visibilidade?

Não há nada de novo na convergência. Mas no que gera a convergência, sim: a necessidade de mais integração, mais ativos conectados, mais colaboração.

Se conseguir observar a importância da IoT, você poderá ver o valor de EtherNet/IP, além daquilo que ele oferece para dar suporte à comunicação em redes com base em IP, objetos inteligentes, análises de big data, nuvem/virtualização, mobilidade, serviços remotos e segurança.

Para saber mais, faça download de "Operacionalização da Connected Enterprise".

Mike Hannah
Publicado 10 Novembro 2014 Por Mike Hannah, Product Business Manager for Networks, Rockwell Automation
  • Contato:

Contato

A Rockwell Automation e parceiros oferecem conhecimentos excepcionais para ajudar você a projetar, implementar e dar suporte ao investimento em automação.

Subscreva-se na nossa newsletter

Receba as últimas novidades sobre as tendências tecnológicas e soluções da Rockwell Automation.