Iniciativas de produção inteligente levam a uma produção futura

Estabilize suas operações para a produção do futuro

O objetivo de uma Connected Enterprise é uma organização segura, produtiva e lucrativa guiada por inteligência baseada em dados.

E se por acaso um fabricante tiver que fazer melhorias básicas antes de colher benefícios habilitados digitalmente: processos e equipamentos previsíveis, um local de trabalho mais seguro, práticas ambientais consistentes?

Aqui está a boa notícia: A iniciativa de estabilizar as operações também pode ser o primeiro passo na direção de uma Connected Enterprise e gerar um retorno imediato do investimento.

A estabilidade é algo difícil de muitas indústrias entenderem: Houve mais de 483.000 ferimentos e enfermidades registrados entre fabricantes nos EUA em 2014, dos quais 126.000 exigiram afastamento do trabalho e 341 foram fatais.

Em 2014, as ações impostas pela EPA forçaram as empresas a investir mais de US$ 9,7 bilhões para controlar a poluição. Quase um quarto das fábricas apresentou uma disponibilidade das máquinas de patéticos 70% ou menos, desperdiçando quase um terço da capacidade de produção. Ainda pior, muitas fábricas sofrem com todos esse três problemas.

As tecnologias de produção inteligente não corrigirão magicamente os problemas de segurança, ambientais e de confiabilidade pois não existe um elixir digital capaz de curar uma cultura tóxica.

Porém, dados obtidos de equipamentos automatizados podem se conectar a painéis, acender os principais indicadores de desempenho e estabelecer a base para uma melhoria inteligente. As tecnologias de sensor integrado e os dados que elas oferecem (por exemplo, vibração, temperatura, consumo de energia, escapes) são fundamentais para:

Aumentar a segurança do funcionário e a conformidade ambiental

Os fabricantes podem resolver sistematicamente problemas de segurança projetando soluções que integrem segurança e funcionalidade da máquina.

Esse processo começa com a conscientização dos problemas, a identificação de novas exigências, um novo projeto de sistema (ou seja, projetos mecânicos sem perigos, remoção de perigos ou incorporação de alertas automatizados) e a implementação de sistemas de produção mais seguros.

Todas elas exigem monitoramento 24 horas por dia, sete dias por semana, e análises periódicas, além de atualizações porque as tecnologias e os padrões evoluem.

 

Aumentar a disponibilidade da máquina

A conexão de ativos de máquina inteligente melhora o controle de processos de produção complexos e ajuda a reduzir o tempo de parada do equipamento substituindo sistemas de automação obsoletos ou de difícil conexão.

Os sensores e os controles inteligentes transmitem dados, como status dos equipamentos para análise, visualização e geração de relatórios com base em exceções, surgem como problemas de tempo de parada.

O envio dessas informações para dispositivos móveis no chão de fábrica dá acesso a informações de produção em tempo real — por exemplo, disponibilidade da máquina, Eficiência Geral do Equipamento — e transmite dados de diagnóstico para o pessoal de manutenção.

A gerência saberá o local de um problema de tempo de parada, as especificidades da falha da máquina e o que será necessário para corrigi-lo.

Você está pronto para uma produção mais segura, compatível, inteligente e lucrativa?

Beth Parkinson
Publicado 1 Agosto 2016 Por Beth Parkinson, Market Development Director, Connected Enterprise, Rockwell Automation

Contato

A Rockwell Automation e parceiros oferecem conhecimentos excepcionais para ajudar você a projetar, implementar e dar suporte ao investimento em automação.

Subscreva-se na nossa newsletter

Receba as últimas novidades sobre as tendências tecnológicas e soluções da Rockwell Automation.