Estratégias para obter o máximo de uma Empresa Conectada

Digitalização = Desempenho

 

A digitalização da fabricação está rapidamente conectando os equipamentos dentro das paredes de uma planta e mais além. Operações digitais permitem que máquinas se comuniquem e colaborem, enquanto fornecem dados em tempo real para melhorar tanto os processos na planta quanto os produtos que eles criam.

Essa é a boa notícia.

A má notícia é que o volume de dados que se move através e além do chão de fábrica está aumentando exponencialmente, criando enormes desafios para os fabricantes em:

  • Gestão de dados: Os dados estão fluindo para onde são necessários para manter as operações funcionando sem problemas (transferências máquina para máquina) e então para os painéis de gestão para melhorar a tomada de decisão?
  • Coletando e analisando dados: Executivos seniores e líderes funcionais (gestão da cadeia de fornecimento, P&D, atendimento ao cliente) conseguem pesquisar bilhões de bytes e encontrar ideias significativas?
  • Alavancando dados: As informações possibilitam melhorias de processo (segurança, qualidade, velocidade, produtividade) e melhorias de produto (durabilidade, apelo, serviços de valor agregado)?

Ainda que muitas organizações estejam a caminho da digitalização, a maioria está seguindo um caminho sinuoso. Poucos têm estratégias detalhadas que otimizam as tecnologias da Internet das Coisas (IoT). Em vez disso, vemos abordagens fragmentadas, direcionadas pela conveniência (os aplicativos mais fáceis de dispositivos inteligentes), ou por um único problema, ou por executivos que falam mais alto.

Os líderes devem se concentrar suas organizações nos objetivos centrais do negócio – agradar aos clientes, limitar os riscos, aumentar os lucros – durante o processo de digitalização. Comece revisando o movimento de materiais e informações em toda a sua cadeia de fornecimento, procurando por gargalos e desperdícios que impedem as melhorias:

  • Onde as entregas são atrasadas por causa da falta de dados em tempo real ou do uso ineficiente de informações?
  • Quais processos e funções apresentam os maiores riscos potenciais para os funcionários e o equipamento?
  • Onde os dados estão suscetíveis a um acesso não autorizado?
  • Quais parceiros na cadeia de fornecimento restringem o fluxo eficiente de bens e informações?
  • Onde os dados em tempo real poderiam melhorar o desempenho (produtividade, custos, satisfação do cliente)?

Antes de se tornar uma frase de efeito vazia, o "mapeamento da fonte de valor" era comumente conhecido como mapeamento de fluxo de informações e materiais. A digitalização exige um fluxo de informações e materiais em tempo real, em toda a empresa e na cadeia de fornecimento.

O que está impedindo o sucesso digital da sua empresa?

Beth Parkinson
Publicado 15 Setembro 2017 Por Beth Parkinson, Market Development Director, Connected Enterprise, Rockwell Automation

Blog

Queremos mantê-lo atualizado com o que está acontecendo na sua indústria para ajudá-lo a estar na frente no futuro. O Blog da Rockwell Automation é uma plataforma para os nossos colaboradores e blogueiros convidados para compartilhar tecnologias e temas relacionados com a indústria.