A mudança cultural da The Connected Enterprise

A mudança cultural da The Connected Enterprise

O maior obstáculo que você provavelmente enfrentará no desenvolvimento de uma Connected Enterprise não é tecnologia. É a resistência interna à mudança.

É da natureza humana o medo da mudança, porque requer esforço, é desconfortável, e o resultado é sempre incerto. Por isso é fundamental se concentrar na cultura corporativa enquanto você cria uma Connected Enterprise. Sem o engajamento de executivos, engenheiros e trabalhadores da linha de frente, você jamais alcançará todas as vantagens em termos de mais produtividade, segurança e informações em tempo real que poderia por meio de uma infraestrutura de tecnologia da informação/tecnologia das operações (TI/TO) do século 21.

Aqui está o que aprendemos ao longo da década passada sobre como gerenciar mudanças em uma Connected Enterprise:

  1. Identifique a visão e os objetivos da mudança. Responda a uma pergunta repetidas vezes: "Por que estamos fazendo isso?"
  2. Informe um plano sobre como a mudança acontecerá. Ninguém deseja avançar sem saber o que virá pela frente; detalhe o modelo de execução da The Connected Enterprise para todas as partes interessadas.
  3. Dê às pessoas as ferramentas de que elas precisam. O treinamento deve ser personalizado para funções e competências específicas no novo ambiente de trabalho.
  4. Aborde as pessoas do contra em potencial. Seja razoável na acomodação e na persuasão daquelas pessoas que estejam hesitantes, mas prepare um plano de ação caso essas hesitações impeçam a mudança.
  5. Acompanhe o progresso e informe os sucessos. Todos querem estar em uma equipe vencedora.

Essas etapas funcionaram para a Rockwell Automation porque trabalhamos para construir a própria Connected Enterprise, mesmo enquanto respondíamos àqueles mais lentos na aceitação da mudança:

  • Estágio 1 — Avaliação: É quando a realidade da mudança fundamental afeta os funcionários. Por que estamos sendo avaliados? O que eles estão procurando? Por que eles estão fazendo perguntas sobre minha máquina e meus processos? Esteja pronto com respostas específicas.
  • Estágio 2 — Controles e redes seguros e atualizados: É possível que alguns executivos queiram adiar a alteração, e outros desejarão ser os primeiros a migrar para um novo ambiente. Preveja a pergunta mais importante: Quem estará à frente da mudança e gerenciará a nova rede, a equipe de operações ou de TI?
  • Estágio 3 — Capital de giro de dados definido e organizado: Os funcionários deixam de desejar que tivessem mais dados para se sentir sobrecarregados por todas as novas informações ao alcance. Estabeleça processos para aliviar a angústia de dados e filtrar apenas o necessário
  • Estágio 4 — Análise: Neste estágio, a rede de TI/TO fornece informações que trazem à superfície problemas e oportunidades em tempo real. Você precisa de processos para reagir rapidamente a esses problemas — ou os funcionários ficarão mais frustrados do que se não soubessem da existência de um problema. Você também precisa se certificar de que as informações certas cheguem aos indivíduos certos (aqueles com a autoridade para agir). Mantenha todos concentrados na ideia geral a fim de minimizar ações desonestas.
  • Estágio 5 — Otimização e colaboração: É fácil para funcionários na linha de frente em clientes e fornecedores resistir a iniciativas de colaboração; eles não trabalham para você. Este estágio exige uma colaboração de líder para líder nas empresas para interromper a resistência nas trincheiras; a colaboração na cadeia de fornecimento nunca acontece de baixo para cima. Assuma a responsabilidade.

As pessoas temem a mudança, mas gostam dos resultados aprimorados. Comece a jornada cultural da empresa na direção da The Connected Enterprise pintando uma imagem de onde você quer chegar — e do quanto ela ajudará a todos.

Beth Parkinson
Publicado 20 Abril 2015 Por Beth Parkinson, Market Development Director, Connected Enterprise, Rockwell Automation

Contato

A Rockwell Automation e parceiros oferecem conhecimentos excepcionais para ajudar você a projetar, implementar e dar suporte ao investimento em automação.

Subscreva-se na nossa newsletter

Receba as últimas novidades sobre as tendências tecnológicas e soluções da Rockwell Automation.