A M.G. Bryan atende o mercado de petróleo e gás com solução em nuvem

Play Video

Desafio

  • A M.G.Bryan, provedora de equipamentos pesados para o setor de petróleo e gás, necessitava de uma solução expansível para gestão remota de veículos de fraturamento

Soluções

  • Gestão de Desempenho de Ativos (APM) – A Rockwell Automation desenvolveu um novo sistema de informação que aproveita a plataforma de computação em nuvem Microsoft Windows Azure para proteger o acesso remoto a informações em tempo real de diversos bens de fabricação (distribuídos)
  • Inteligência de produção – Dados relevantes de cada caminhão são coletados e armazenados, permitindo que um poderoso conjunto de painéis e relatórios otimize o desempenho de veículos e da frota

Resultados

  • Modelo de negócios aprimorado – Permite uma utilização bem mais efetiva de recursos expansíveis.A M.G.Bryan pode oferecer novos serviços de suporte pós-venda
  • Manutenção preventiva e serviços – A visibilidade em tempo real do desempenho de ativos permite que a M.G.Bryan ofereça alertas e serviços de manutenção preventiva, bem como recursos de atendimento remoto incomparáveis nesse setor

O OEM e a Rockwell Automation desenvolvem soluções de ponta para acompanhar o ritmo crescente de produção

Histórico

Em 2010, os Estados Unidos superaram a Rússia como maior produtora de petróleo do mundo.Em 2012, a Agência Internacional de Energia previu que os Estados Unidos vão superar a Arábia Saudita como maior produtor de petróleo do mundo até 2020. A descoberta de mais campos de petróleo e gás de grande porte indicam que poderá acontecer antes de 2020.Para esse crescimento ser realidade, os participantes do setor de petróleo e gás devem manter um foco contínuo na produção.

M.G.Bryan, uma OEM de máquinas e equipamentos pesados líder de mercado, com sede em Grand Prairie, Texas, tem permitido às empresas de petróleo e gás atender às demandas de produção há mais de 25 anos.A empresa fornece globalmente motores, geradores, unidades de bomba industrial, equipamentos de serviço de campo petrolífero e sistemas de energia em áreas perigosas.Boa parte da nova produção é devida ao fraturamento hidráulico, quando o petróleo ou gás natural é liberado por extração no reservatório na rocha.A M.G.Bryan vende e arrenda reboques avançados de bomba de fraturamento, caminhões e skids para ajudar os produtores a coletarem esses recursos.

Desafio

Veículos de fraturamento podem custar mais de US$ 1 milhão.Eles operam em ambientes isolados, extremos e contam com muitos componentes consumíveis.Os filtros de óleo precisam ser substituídos a cada 200 a 400 horas, e uma completa reconstrução do motor geralmente é necessária após 4.000 a 7.000 horas de serviço.O tempo de parada em um veículo de fraturamento pode custar de US$ 3.000 a US$ 7.000 por dia, apenas em custos internos, sem contar a perda de receita do produto.Como as operações são realizadas em áreas remotas, sem conexão via telefone celular, muitos produtores mantêm um veículo de reserva no local, assim a produção pode continuar caso um veículo pare.

O uso de veículos de reserva no local encarece as operações de fraturamento.Muitos produtores de petróleo e gás de pequeno ou médio porte alugam os equipamentos de fraturamento por mês, e não são especialistas em sistemas de controle ou manutenção dos equipamentos.Os produtores geralmente buscam maneiras de reduzir custos e melhorar o retorno do investimento e equipamentos adquiridos ou arrendados, para viabilizar esse investimento.

Para ajudar seus clientes a maximizarem o retorno do investimento, a M.G.Bryan precisava entender como o equipamento estava operando em tempo real para registrar efetivamente o desempenho e ajudar os clientes a maximizarem a disponibilidade de ativos.

Com uma solução baseada em nuvem, a M.G.Bryan pode coletar dados contextualizados em dispositivos móveis e na Web

Soluções

A M.G.Bryan associou-se à Rockwell Automation para desenvolver um novo sistema de informação e controle para seus veículos de fraturamento, utilizando a plataforma em nuvem Microsoft Windows Azure combinada com o pacote de software FactoryTalk® para acesso remoto seguro às informações, em tempo real.

O sistema de controle de cada veículo usa um controlador CompactLogix™ da Allen-Bradley®.Uma versão baseada na nuvem do software FactoryTalk VantagePoint reúne dados do sistema de controle para exibir um quadro abrangente e contextualizado do desempenho do veículo e da frota.As informações são enviadas à nuvem via modems celulares.Os dados são divididos em pacotes incrivelmente pequenos para que possam ser enviados em áreas com baixa cobertura de rede celular.Além disso, se não houver uma conexão, os dados são armazenados em um conversor de protocolos e enviados assim que a conexão for restabelecida.

O novo sistema de informação e controle integrados reúne fontes de informações diferentes, inclusive dados históricos, relacionais e transacionais.Para aproveitar ainda mais esses dados detalhados sem precisar que a M.G.Bryan ou seus clientes criem e gerenciem suas próprias centrais de dados, a Rockwell Automation utilizou a computação em nuvem.

“Precisávamos de uma solução que funcionasse da mesma forma para nossos primeiros cinco caminhões e para nossos próximos 1.000 caminhões”, comentou Josh Rabaduex, Diretor de Engenharia na M.GBryan.“Nós também sabíamos que nossa intenção não era fazer um grande investimento em hardware ou precisar lidar com uma manutenção do sistema a longo prazo, portanto, uma central de dados em obsolescência não serviria para nós.”

Usando tecnologia móvel com transferência segura e contínua de informações de negócios na nuvem, a M.G.Bryan tem acesso a um nível superior de inteligência conectada.“Agora podemos obter dados da nuvem via dispositivos móveis e navegadores da Web para produzir relatórios e painéis sobre as condições de motor, transmissão e fraturamento de cada veículo, além das tendências de manutenção e desempenho de processos relacionadas a toda a frota”, acrescentou Rabaduex.“Quando combinamos nosso novo sistema de informação com a flexibilidade e expansibilidade da computação em nuvem, realmente abrimos a porta para uma ampla variedade de soluções de gestão operacional de nossa própria frota de veículos e também daqueles que vendemos.”

Uma versão baseada na nuvem do software FactoryTalk VantagePoint coleta dados do sistema de controle para exibir um quadro abrangente e contextualizado do desempenho do veículo e da frota

Resultados

A visibilidade segura e instantânea de dados de ativo remoto aumentou a disponibilidade e a produtividade dos clientes da M.G.Bryan.Por exemplo, um cliente informou à M.G.Bryan que o motor de um veículo alugado estava disparando.Isso pode ser muito perigoso, pois rápidas alterações de RPM do motor vão alterar a pressão no bombeamento de água na tubulação de ferro subterrânea.Se um tubo explodisse, isso não apenas pararia a produção, mas poderia criar estilhaços capazes de ferir ou até matar trabalhadores no local.

Esse tipo de surto no motor pode surgir por diversos fatores:deterioração do motor, entrada de material estranho ou uma falha de componente interno etc. O pessoal da M.G.Bryan entrou imediatamente no sistema e analisou os dados vindos do veículo em questão.Eles viram que a pressão interna na extremidade de fluido da bomba havia caído de 60 para 6 psi, indicando cavitação da bomba – os tanques do cliente estavam ficando sem água.Eles aconselharam o cliente a verificar os tanques e abrir uma válvula que foi acidentalmente esquecida fechada.O problema todo durou apenas 10 minutos.O cliente evitou sugar ar na extremidade do fluído e rachar o tubo, economizando um valor potencial de US$ 60.000 em peças sobressalentes, uma visita de serviço de 100 milhas (160 km), ferimentos de trabalhadores e perda de produção.

Essa solução também abriu a porta para um novo modelo de negócios que reduz o risco dos projetos e o custo da produção, enquanto traz maior rendimento para esses veículos de fraturamento.“Agora podemos monitorar o uso do veículo por minuto, hora e dia, pudemos até alterar nossos acordos de arrendamento”, comentou Rabaduex.“Mudamos de acordos mensais padrão do setor para um modelo de pagamento de acordo com o uso.Nossos clientes não precisam mais alugar o equipamento por mês, pagando o mesmo preço por veículos que bombeiam 24 horas por dia e 7 dias por semana, e para os caminhões reserva que nunca entram em ação.Eles pagam somente pelos dias efetivos em que os veículos estão em uso.”

Os atuais proprietários de veículos de fraturamento da M.G.Bryan já pediram mais de 25 modernizações de veículos para incluir essa solução em suas frotas existentes.Entretanto, a empresa não parou de usar a solução para impulsionar a inovação.“Também estamos explorando a forma como essas informações podem demonstrar o desempenho aos nossos clientes e oferecer manutenção preventiva”, acrescentou Rabaduex.“Agora podemos produzir dados concretos que demonstram como nossas bombas e outros componentes duram mais.Podemos usar dados concretos no atendimento de garantia.Podemos alertar nossos clientes quando for hora de trocar os filtros de ar ou de reconstruir o motor.As possibilidades parecem infinitas.”

Os resultados mencionados acima são específicos para uso de produtos e serviços daRockwell Automation pela M.G. Bryan, em conjunto com outros produtos.Os resultados específicos podem variar de um cliente para outro.

Subscreva-se na nossa newsletter

A Rockwell Automation e parceiros oferecem conhecimentos excepcionais para ajudar você a projetar, implementar e dar suporte ao investimento em automação.

Subscrição

Receba as últimas novidades sobre as tendências tecnológicas e soluções da Rockwell Automation.