A mobilidade vai muito além do acesso

A mobilidade vai muito além do acesso

Raramente temos de ficar imaginando. Qual é a previsão do tempo para amanhã? Verifique o aplicativo no iPhone. Quem ganhou a última Copa? Abra o Google no tablet, ou, melhor ainda, abra o aplicativo da Copa do Mundo da FIFA e escolha os alertas que deseja receber, compartilhar com os amigos e acompanhe os jogos ao vivo!

Socialmente, jamais ficamos distantes do texto ou do email. Profissionalmente, em relação ao email, os dispositivos portáteis acabaram substituindo o desktop e oferecendo aplicativos tão intuitivos que as informações sempre estão a seu alcance naturalmente.

Porém, na indústria estamos presos a uma mentalidade que, se simplesmente protegermos o acesso à exibição de sistemas industriais existentes em um tablet ou em um smartphone isso será "móvel". Se estiver usando ferramentas móveis como uma maneira de exibir sistemas e informações, você estará perdendo o valor real da mobilidade.

Em vez de simplesmente ver os sistemas existentes em um novo dispositivo obrigatório, a tecnologia móvel deverá ajudar os usuários a fazer coisas como antes

Não me entenda mal, o acesso móvel a sistemas existentes é um bom primeiro passo. Mas o valor real de ser móvel acontece quando ele é voltado para o usuário, personalizado para cada pessoa, acessível em qualquer lugar e, acima de tudo, dá aos aplicativos projetados "primeiramente para dispositivos móveis" soluções que permitem tomar decisões e lidar com situações como nunca antes. Assim, em vez de fazer o que você sempre fez acessando sistemas existentes, pense na mobilidade como uma maneira de transformar o que você e os usuários fazem.

A visão dessa transformação para um supervisor de manutenção, um engenheiro ou um gerente de produção é diferente. Todas essas pessoas consomem informações, mas o que elas precisam, como e quando precisam, além de como podem usá-las, diferem substancialmente.

Conforme expliquei em minha palestra em RSTechED 2014, a mobilidade e toda a força estão no centro do FactoryTalk® VantagePoint EMI (para inteligência de produção da empresa) lançado no início deste ano. A versão 6.0 inclui o FactoryTalk VantagePoint Mobile e conta com uma mobilidade integrada para permitir ações dos usuários de maneira inédita, independentemente de usarem um desktop, um laptop, um tablet ou um smartphone, e levar os produtos aonde jamais foram para resolver problemas que não puderam ser solucionados antes.

E estamos apenas começando…

Na conversa, também descrevo exemplos visionários de como a mobilidade pode aumentar a produtividade na fabricação, pois cada um é transformador e gera ganhos enormes de produtividade. Na Rockwell Automation, estamos à procura de novos aplicativos que possam aumentar a produtividade não de 1 a 2%, mas em 10%. Esta é nossa jornada quando a Connected Enterprise fica móvel.

Saiba mais sobre a força da mobilidade e FactoryTalk VantagePoint EMI.

Kyle Reissner
Publicado 9 Julho 2014 Por Kyle Reissner, Mobility Platform Leader, Rockwell Automation

Subscreva-se na nossa newsletter

A Rockwell Automation e parceiros oferecem conhecimentos excepcionais para ajudar você a projetar, implementar e dar suporte ao investimento em automação.

Subscrição

Receba as últimas novidades sobre as tendências tecnológicas e soluções da Rockwell Automation.