OEMs mostram abordagens proativas e flexíveis fundamentais à segurança

OEMs mostram que a abordagem flexível é a chave para a segurança

Um em cada cinco fabricantes diz ter sofrido perdas de propriedade intelectual devido a violações de segurança.

É um valor assombroso, mas também é a era na qual vivemos. Afinal, o crime cibernético afeta a economia global até uma estimativa de US$ 400 bilhões por ano.

Felizmente para os fabricantes, OEMs em todo o mundo estão trabalhando duro para aumentar a própria segurança cibernética e proteger usuários finais de ataques cibernéticos potencialmente devastadores.

Aqui estão três aprendizados-chave de uma amostragem de OEMs e as respectivas abordagens de segurança.

Acesso remoto e segurança andam lado a lado

O acesso remoto permite que OEMs reajam rapidamente a situações críticas de usuários finais ou deem suporte de manutenção contínuo sem os custos de viagem. Porém, o acesso remoto só será viável se a conexão for segura e os clientes tiverem a tranquilidade de que os dados são seguros.

A Loccioni, um produtor de equipamentos de medição, teste e montagem com sede na Itália, está ajudando os clientes a equilibrarem as vantagens do acesso remoto com as demandas de segurança.

"O acesso remoto está cada vez mais sujeito a um controle rígido dos clientes", disse Gianluca Battistoni, gerente da conta da Loccioni. "Precisamos da interface com a infraestrutura de segurança do cliente. Há cinco anos, poderíamos ter armazenado nosso sistema preferido na máquina. Agora, os controles do cliente acessam mais coisas."

Melhor ser proativo do que reativo

A Wulftec International Inc., um produtor de máquinas embaladoras e de palete para os setores de alimentos e bebidas, farmacêutico e outros, com sede em Quebec está entre as empresas que ingressaram no Programa de Parceria Comercial Alfandegária contra o Terrorismo (C-TPAT). O programa de parceria pública-privada é voluntário para empresas que estejam tentando reforçar as respectivas cadeias de fornecimento internacionais.

"Optamos por assumir um papel ativo ajudando a proteger as informações confidenciais de nossos clientes", disse Priscille Tremblay, diretora de vendas da Wulftec International. "Tornar-se um parceiro C-TPAT garante para nossos clientes e para as autoridades que somos uma empresa segura e que nossos funcionários e fornecedores também são."

A Wulftec International também mantém um banco de dados de números de série das máquinas, o que permite à empresa acompanhar todas as alterações feitas em uma máquina durante o período de garantia.

Proteção é segurança

A segurança e a confiabilidade do equipamento são especialmente importantes no setor de mineração. Os ataques cibernéticos que afetam os equipamentos podem colocar vidas em risco.

"As aplicações são essenciais à segurança, especialmente em minerações em poço profundo de carvão, cobre, urânio, ouro e prata, porque você está trazendo possivelmente de 50 a 60 toneladas métricas de material a uma milha de profundidade", disse Vladislav Hermann, presidente da HSP Inc. e representante norte-americano da INCO Engineering, um produtor de equipamentos de transporte para minas subterrâneas. "As pessoas e os materiais transportados devem estar absolutamente seguros."

Para ajudar a manter a segurança nas operações subterrâneas, a INCO Engineering desenvolveu um sistema de monitoração que permite que especialistas em manutenção monitorem os equipamentos dos clientes de uma instalação central na República Tcheca, onde é a sede da empresa. Os engenheiros de manutenção da INCO Engineering podem exibir dados da máquina em tempo real e alertar o pessoal de manutenção local caso notem alguma anormalidade ou informação de status crítico.

Acompanhamento de ameaças

Como esse panorama de ameaças está em constante evolução, esses exemplos de OEM globais funcionam como lembretes importantes de que abordagens agressivas e flexíveis para combater ameaças cibernéticas às vezes são a melhor maneira de proteger dados críticos do OEM e dos fabricantes.

Para saber mais sobre os passos que os OEMs estão dando para ajudar a proteger os dados dos clientes no combate ao crime cibernético, confira a edição mais recente de Security Matters

Tony Baker
Publicado 29 Junho 2015 Por Tony Baker, Product Manager-Network Security, Rockwell Automation
  • Contato:

Blog

Queremos mantê-lo atualizado com o que está acontecendo na sua indústria para ajudá-lo a estar na frente no futuro. O Blog da Rockwell Automation é uma plataforma para os nossos colaboradores e blogueiros convidados para compartilhar tecnologias e temas relacionados com a indústria.