Loading

Blog

Recent ActivityRecent Activity

Cinco etapas para aprimorar a maturidade da segurança

Você está interessado em aprimorar o programa de segurança de máquinas da sua empresa? Com suas operações apenas em um país ou espalhadas pelo mundo, implantar um programa de segurança eficaz que englobe todas as fábricas, os funcionários, as máquinas, as normas e os objetivos de produção é uma tarefa enorme.

Até o programa de segurança mais abrangente pode experimentar inconsistências confusas de uma fábrica para outra.

Talvez uma de suas fábricas tenha uma segurança excelente de maneira consistente, mas outra sofra com incidentes constantemente.

Talvez seu desempenho com segurança seja forte de maneira geral, mas existam grandes variações no tempo de parada não programada de máquinas relacionado com a segurança.

Um dos maiores desafios, especialmente se você é um fabricante global, é a natureza dispersa das operações. Você pode ser responsável por centenas ou milhares de máquinas e equipamentos em fábricas espalhadas por várias regiões.

Também pode estar lidando com aplicações de produção ultrapassadas que não utilizam as tecnologias de segurança mais recentes.

Os riscos dessas inconsistências e abordagens desatualizadas vão além da segurança dos trabalhadores. Eventos relacionados à segurança afetam a produtividade e ameaçam o resultado final.

Seu programa de segurança deve ser projetado não apenas para proteger os trabalhadores, mas também para aprimorar a produtividade.

Novos padrões e avanços em tecnologias de segurança são facilitadores para o aprimoramento da segurança e da produtividade, mas um programa de segurança eficaz requer muito mais do que complementos de tecnologia.

Ele requer uma abordagem sistemática que começa com uma avaliação minuciosa de seu desempenho de segurança atual e o guia por uma jornada passo a passo que afeta cada fábrica, cada máquina e cada funcionário.

Cinco etapas principais são essenciais para avaliar, desenvolver e implementar um programa de segurança eficaz e holístico:

Primeira etapa: Avalie a maturidade da segurançacomece formando uma equipe multifuncional para medir seu desempenho atual de maneira exaustiva. No mínimo, essa equipe deve incluir os representantes de saúde e segurança ambiental (EHS) e engenharia, que precisam garantir que os objetivos estejam alinhados uns com os outros.

A equipe deve avaliar as três categorias que são partes integrantes da segurança eficaz: cultura (o comportamento da sua empresa e dos trabalhadores), conformidade (os processos e procedimentos formais) e capital (os investimentos em tecnologia).

Ferramentas de avaliação, como a Safety Maturity Index, podem ajudar a equipe a avaliar o desempenho de sua empresa nessas áreas essenciais e oferecer medições para avaliar as áreas em que você tem êxito e o que ainda pode ser otimizado.

Segunda etapa: Desenvolva uma estratégia de segurança holística é importante que sua equipe esboce o escopo do programa de segurança.

As principais considerações aqui incluem: se o programa vai abranger um país ou o mundo inteiro; o número de fábricas e/ou divisões que vai abranger; o desempenho de segurança atual daquelas fábricas; se incluirá ou não empresas ou fábricas adquiridas; o calendário do programa; as responsabilidades do pessoal envolvido; os resultados pretendidos; e os requisitos de documentação.

Como parte desta etapa, você deve desenvolver um inventário abrangente das máquinas para ajudar a identificar quais máquinas estão em quais locais e categorizar cada uma de acordo com o risco de lesões graves e a frequência da exposição ao perigo.

Você também precisará determinar quais normas atendem melhor às suas necessidades. Sempre que possível, trabalhe de acordo com as normas internacionais de segurança mais rigorosas e abrangentes, como a ISO 13849 e a IEC 62061.

Essas normas podem permitir mais flexibilidade no projeto do sistema de segurança e ajudar a garantir que suas máquinas atendam aos requisitos regionais, sem importar a localização da fábrica.

Terceira etapa: Estabeleça metodologias de avaliação e conformidade em seguida, você deve avaliar a conformidade das máquinas existentes em relação aos padrões apropriados e cuidar das não conformidades.

Antes de decidir sobre a abordagem de avaliação de risco, algumas considerações fundamentais incluem que tipo de relatórios você precisará gerar e como deseja documentar as classificações de riscos iniciais e residuais.

Os métodos de avaliação podem variar de uma avaliação de risco mais básica até uma avaliação de risco profunda e em equipe.

Quarta etapa: Desenvolva um plano de implementação e reduçãopara desenvolver o plano, comece delineando suas especificações funcionais. Avalie todas as interações homem-máquina e como as máquinas precisam funcionar em todos os modos de operação, incluindo eventos normais de operação, manutenção, definição e tempo de parada não programada relacionado à segurança.

Em seguida, determine o risco aceitável. Normas de segurança oferecem vários métodos de redução de riscos, mas nem todo método é aceitável para todo fabricante.

Uma abordagem por camadas (ou hierarquia) para a redução de risco muitas vezes é uma forma eficaz para determinar quais métodos são apropriados. Seu programa de segurança deve estabelecer claramente os métodos de redução específicos aceitáveis.

Por fim, determine as especificações do seu projeto, incluindo os níveis de circuito de segurança e hardware. Você também precisará criar sua lista de peças padronizada e especificar como as proteções devem ser instaladas para impedir instalações incorretas que possam causar um incidente.

Quinta etapa: Verifique, valide e mantenha o programa - A etapa final inclui verificar se o seu sistema de segurança está configurado corretamente e atende aos requisitos de nível de desempenho especificados, além de validar se o circuito de segurança funciona corretamente.

Em resumo, a implementação de um programa de segurança que representa cada uma dessas considerações pode ser um grande feito, mas a implementação em si não é um fim. A segurança é uma jornada constante e deve ser abordada com uma meta de melhoria constante.

Particularmente, conforme as normas e as tecnologias de segurança evoluem, seu programa de segurança pode se desenvolver e prosperar em novas formas caso você esteja comprometido com o aprimoramento.

Para obter mais informações, leia o guia completo de cinco etapas.

Safety Maturity Index é uma marca comercial da Rockwell Automation, Inc.


Chris Brogli
Chris Brogli
Safety Business Development Manager, Rockwell Automation
Chris Brogli
Subscribe

Subscribe to Rockwell Automation and receive the latest news, thought leadership and information directly to your inbox.

Recommended For You